geekices, software livre

Beta do Firefox melhora navegação privada

Depois de algum tempo a aguardar, é possível que a próxima versão estável do Firefox venha a ter a funcionalidade de navegação privada por janela. Isto irá permitir aos utilizadores ter pelo menos uma janela aberta com este modo ativado e outra com ele desativado.

Anteriormente, a navegação privada funcionava por sessão. Ao ser ativada, todos os separadores e janelas abertos anteriormente desaparecem temporariamente para dar lugar a uma janela que permite navegar em maior privacidade.

O gestor de transferências do browser também foi atualizado. Agora, já não aparece numa janela à parte, passando a estar integrado (de forma semelhante às extensões) na barra de navegação.

As restantes novidades da beta do Firefox, bem como as links para download, estão no blog da Mozilla.

geekices

Hola: extensão para aceder a conteúdos online restritos

Alguns sites, como o Youtube, bloqueiam a visualização de conteúdos em determinados países. Outros, como o Pandora, só autorizam o acesso a esses conteúdos a partir de uma lista pequena de países. Isto deve-se sobretudo a questões relacionadas com os (draconianos) direitos de autor, sendo que muitas vezes os sites em si não são os culpados por estas restrições.

holaBem, culpados à parte, porque não interessa perder tempo com isso, deixo-vos uma pequena aplicação para contornar estas restrições. Chama-se “hola!” e está disponível em forma de extensão para os browsers Firefox e Chrome, e como aplicação standalone para Windows e Android.

O que esta extensão faz não é nada mais que servir de proxy entre o vosso browser e o site suportado a que estão a aceder. Na lista estão o Pandora, Hulu, Netflix e BBC iPlayer, entre outros. Se instalarem o binário para Windows, a lista de sites suportados aumenta um pouco. E tudo isto, para já, sem qualquer paragem devido a velocidades lentas no acesso.

Apesar do “hola!” parecer e, de facto, ser bastante útil, não é perfeito. A política de privacidade do serviço deixa-me algumas reservas, principalmente no que toca a futuras mudanças. Lê-se o seguinte:

Changes to this Privacy Policy

Hola may from time to time change the terms of this policy. Substantial changes will take effect immediately after Hola has posted an initial notification on the Website’s homepage or any other relevant web pages. You agree to be bound by any of the changes made in the terms of this policy. Continuing to use the Services will indicate your acceptance of the amended terms. If you do not agree with any of the amended terms, you must avoid any further use of the Services.
Last modified: September 10th, 2012

A retenção de informação também me deixou um pouco de pé atrás. Passo a transcrever:

Data retention

Hola will retain information for the duration it deems necessary for its reasonable business needs.

Se estas questões legais não vos incomodarem, vão até ao site do “hola!” e instalem. Para quem se preocupa com estas questões, recomendo uma leitura mais demorada à política de privacidade.

via Lifehacker

dicas, geekices

Como melhorar a performance do Firefox – parte I

O Firefox é um excelente browser, mas sofre de alguns problemas de performance após algum período de utilização. Isso é causado, entre outras coisas, pelos valores padrão de algumas opções; nomeadamente, opções relacionadas com o histórico.

Resolver isso é simples e rápido. Primeiro, precisam de abrir o browser e escrever o seguinte na barra de endereço e, claro, pressionar o Enter: about:config. Depois, clicam no botão do aviso para acederem a todas as opções. Por último, necessitam de criar quatro entradas novas. Para isso, basta clicarem com o botão direito do rato em cima de qualquer opção, escolher “novo” e de seguida “inteiro”.

As novas opções são:

Para cada uma destas entradas, defini os valores de 30, 30, 4000 e 2000, respetivamente. Podem, no entanto, definir qualquer outro valor. Salvaguardo apenas que, quando maior o valor colocado, maior será o histórico do Firefox, logo menor será a melhoria da performance; valores demasiado altos poderão ter um impacto muito negativo.