Canhoto ou destro, tudo depende da espinha dorsal

A espinha dorsal – e não o cérebro, como se pensava até agora – é que define se somos canhotos ou destros. Esta conclusão foi avançada num artigo da autoria investigadores da Universidade Ruhr de Bochum, juntamente com outros investigadores da Holanda e África do Sul.

Um estudo publicado no eLife no ano passado sugere que, ao contrário do que se pensava, não nasces canhoto(a) ou destro(a) devido às diferenças genéticas entre os dois hemisférios do teu cérebro, mas sim a um mecanismo na espinha dorsal.

Para saberes mais sobre este estudo e como funciona este mecanismo, lê o texto que escrevi no Espalha Factos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.