geekices

Desparatizante utilizado em África poderá ser a nova arma contra a malária

Desparasitante usado em África há mais de 25 anos poderá ser a melhor arma no combate à malária, uma doença que mata anualmente cerca de 1 milhão de pessoas

Um grupo de investigadores liderado por Brian D. Foy descobriu que um desparasitante usado há mais de 25 anos em África, o Mectizan, mata os mosquitos transmissores da malária. A forma mais eficaz encontrada para atacar a doença é fazer com que todas as pessoas de uma determinada área tomem o medicamento em simultâneo. Isto fará com que as infeções desçam cerca de 80%. O único senão é que o Mectizan é eficaz durante um mês, um período de tempo algo reduzido.

No entanto, há quem se mantenha céptico. Frank O. Richards Jr., um parasitologista da ONG Carter Center, defende que são necessários testes no terreno para comprovar a real eficácia do Mectizan no combate à malária. “Vamos tratar um milhão de pessoas”, disse em entrevista.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), todos os anos são registados aproximadamente 250 milhões de novos casos de infeção de malária. Destes, cerca de 1 milhão resultam em mortes. Os dados são de 2009.

Em África, este problema é especialmente sério: uma em cada cinco mortes durante a infância são causadas pela malária. Contas feitas pela OMS, a cada 30 segundos uma criança morre desta doença.

via New York Times

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *