geekices

Tendência de crescimento dos serviços de VOD e TV Online em França invertida

Cartoon sobre Copyright, da autoria de Ted Goff

Um artigo publicado hoje no site Torrent Freak dá conta de um aumento da procura dos serviços “autorizados” de TV Online e VOD (Video On Demand) em França, após o encerramento do mediático Megaupload. Os dados são da Hadopi, a autoridade francesa para a perseguição de alegados infratores de direitos de autor, que afirma que o crescimento médio foi de 26% mas semanas que se seguiram ao fim do site.

A suportar os dados apresentados pela Hadopi, existem declarações de alguns grupos que oferecem estes serviços. O Canal+ reportou um crescimento de 20% das vendas no seu serviço de VOD, ao passou que o TF1 afirmou ter tido um aumento na procura na ordem dos 40%.

Dados retirados do Alexa para o volume de acessos ao serviço M6Replay

O aumento da procura de facto parece visível, embora cheio de altos e baixos. Dados recolhidos do Alexa pelo site Numerama (uma agradável descoberta graças ao Miguel Caetano) comprovam a tendência. No entanto, tal como aconteceu com os serviços semelhantes ao Megaupload, que registaram igualmente um crescimento inicial seguido de um retorno aos valores normais, também os serviços de VOD e TV Online parecem estar em fase decrescente.

A explicação para isso pode muito bem ser a mesma para o retorno aos valores normais do Rapidshare, Hotfile, Depositfiles e outros. À medida que o factor medo se vai dissipando, os utilizadores voltam à partilha de ficheiros.

O atual sistema de copyright e mudanças futuras

O atual sistema de copyright, o mesmo que tem permitido o atropelo a direitos fundamentais como a privacidade, em nome do lucro dos detentores de direitos – e não dos artistas, como já se viu diversas vezes -, tem recebido cada vez mais críticas pela forma persecutória como é utilizado.

Várias alternativas ao atual sistema têm sido apresentadas, mas nenhuma foi adoptada nem se prevê mudanças a curto prazo. Para reunir mais soluções, o site IndiGogo lançou um concurso onde qualquer pessoa pode apresentar uma alternativa à legislação atual de direitos de autor, com especial foco para a nova realidade digital.

Os interessados em participar devem enviar as suas propostas, obrigatoriamente publicadas com a licença CC-BY-SA3.0, até 15 de Dezembro deste ano (para os maus distraídos: 2012) para o email contest@nowoczesnapolska.org.pl. As regras estão disponíveis aqui.

O prémio para o vencedor do concurso ainda não está definido. O seu valor depende dos apoios que receber por parte de quem queira contribuir.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *