Cenas, Geekices

Uma dose de likes e um garrote

web addiction

Adoro adquirir conhecimento novo e, quando há algo que não percebo, dá-me gozo tentar perceber e aprender. Apesar disto, ainda hoje não consigo entender um fenómeno – paranormal, diria – que só tenho visto acontecer no Instagram. Aliás, entender até entendo, só não consigo ver uma ponta que seja de lógica nele; é que nem um bocadinho à Danoninho.

Qual a cena de partilharem fotos, seja de uma viagem ou de o raio que o parta, espaçadamente durante várias semanas ou meses no Instagram?

Um padrão que tenho notado nestas situações é o primeiro “batch” de imagem ser tipicamente o maior, seguido de mais fotos desse evento publicadas umas semanas ou meses mais tarde, com algumas até repetidas da publicação anterior. E isto pode continuar por semanas e meses… Em casos que classificaria de mais extremos, esta partilha pode durar várias semanas, com intervalos de poucos dias entre cada publicação.

A cena, parece-me, é um misto de gratificação instantânea, uma mania de querer criar uma aparência nas redes sociais que provavelmente não corresponde à realidade da pessoa e um vício.

Tirando a dopamina extra, não consigo encontrar lógica neste comportamento. Confesso até que, sempre que vejo alguém adotar este padrão, o meu cérebro crasha a tentar perceber a motivação da pessoa. Os likes são assim tão importantes?!

nota: imagem “gamada” daqui


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.