Geekices

Outro tiro no (I)Pé

Durante a tarde de ontem, foi votado em Comissão do Parlamento o projeto de lei que prevê o bloqueio de sites por IP, para além do que já acontece com o bloqueio por DNS. Ainda não sei o resultado da votação, mas tudo indica que há uma maioria parlamentar – composta por PS, PSD e CDS – que pretende a extensão do bloqueio por DNS aos IPs, de acordo com o Marcos Marado.

Se a primeira coisa que te ocorreu é que isto não vai valer de muito, se é que vai servir para alguma coisa, estás certo. A ANSOL, D3, e outras associações alertaram para isso mesmo.

Há, no entanto, alguns problemas que isto pode vir a trazer. Um deles é o bloqueio de IPs da Cloudflare. Vários dos sites de partilha de conteúdos vulgarmente chamados de pirata, assim como outros que não estão em violação da legislação de direitos de autor, usam este serviço para esconder o seu IP. Bloquear endereços desta empresa pode resultar no bloqueio do acesso a vários sites legítimos.

Outro problema é a IGAC ter ainda mais poder para mandar bloquear aquilo que entender como estando em violação dos direitos de autor. Esta entidade não é um tribunal, nem tão pouco se deve armar em um, e muito menos se deve dar-lhe tais poderes. Esta merda ainda nos vai sair um tiro pela culatra.

Não me posso esquecer do facto de ser bastante fácil qualquer site “pirata” mudar de IP num piscar de olhos.

Quem vai gostar desta medida são os fornecedores de VPNs. Eu, pessoalmente, recomendo a Mullvad (para acesso a conteúdos legítimos e que não estão em violação dos direitos de autor e direitos conexos). Uma conta fica a €5 por mês, seja na modalidade de pagamento mensal ou anual, e o cliente corre em Linux, Windows e macOS.

Aproveita e faz-te sócio da D3.


Geekices

Userrepository using mirrors

For a few months, I considered using the mirror service from Fosshost in userrepository.eu. The service results from a partnership between Fosshost and Fastly, giving projects access to several PoP’s around the globe.

Finally, a few days ago, I enabled the service. I also created a package with the mirror’s list, userrepository-mirrors, available in my repository and AUR. The package has all the instructions for enabling the mirrors and what to do if you already have userrepository in your /etc/pacman.conf configuration.

The mirror service syncs every 4 hours. After each build, partial or full, the updated packages will be pushed to the servers with rsync.

If you’re wondering why it took me so long, the answer is simple: fibromyalgia and pain 24/7.


Geekices

A Dark theme for AUR

I love AUR. Being able to use a simple PKGBUILD to install a software not available in the official Arch repositories is a blessing. Sadly, its user experience and looks need improvements to bring it to the 21st century.

One of the things that bug me the most is the microscopic font size. I almost need a telescope to read the text.

To fix it, and make it smoother on the eyes, I created a dark theme for AUR. You’ll need to install the Stylus browser addon in order to use it. The CSS code is available as a Github Gist. Just click here to access the code.

Bare in mind, though, this is an alpha version. There might be things not yet stylized to match the rest of the elements. If you find an element with the original AUR look, leave a comment on the Gist and I’ll update it.


Geekices

How to disable a D-Bus service

In some situations, you might want to disable a D-Bus service. One of those is, for example, when you use Dunst (a notification daemon) with a window manager. Still, you don’t want it to replace the notification daemon from your desktop environment.

To disable it, you just need to add .disabled to the end of the target file name. Example:

sudo mv /usr/share/dbus-1/services/org.knopwob.dunst.service /usr/share/dbus-1/services/org.knopwob.dunst.service.disabled

In the above example, Dunst will no longer replace Plasma Desktop notification daemon when using that amazing desktop environment, and all will be good with the world again. Victory! 🙂