Cenas

Criei um blog para relatar a minha experiência horrível com a fibromialgia

A minha experiência com a fibromialgia tem sido, no mínimo, horrível. E horrível é dizer muito pouco: aquilo por que tenho passado parece tirado de um pesadelo ou de um filme de terror. Não é à toa que o meu reumatologista descreve as dores que sinto como violentas, como podes ver na imagem que se segue.

excerto do relatório

Ao fim de um ano e uns meses, decidi documentar alguns episódios da minha experiência com a fibromialgia. Eu já tinha esta ideia há algum tempo, mas as dores e o consaço constantes fizeram com que a guardasse na gaveta algum tempo.

O blog, alojado no Github Pages, abre um pouco a cortina ao pesadelo que vivo. O endereço é fibrohell.github.io. O conteúdo está escrito em inglês, para poder chegar a uma audiência maior.


Cenas

O dia em que voltei a enervar-me com algo relacionado com futebol

No que toca a futebol, há muito que aprendi a não me chatear com algo relacionado com o desporto ou as futebolices (aquelas tretas do género: porque alguém do clube X disse qualquer coisa sobre o clube Y; o árbitro leva-vos ao colo; e outros disparates semelhantes). Aprendi isto na adolescência. Faço uso destas coisas, no entanto, em jeito de brincadeira com quem leva o desporto mais a sério, para me meter com essas pessoas.

Hoje, no entanto, vários órgãos de comunicação social conseguiram fazer com que me enervasse. Um deles, por mostrar ad nauseam as imagens do jogador dinamarquês a cair inanimado no chão; outro, porque demorou meia-hora(!) a remover uma foto com um close-up do jogador caído no chão, já inanimado.

Espero sinceramente que a Sport TV revogue os direitos de transmissão do canal que fez isto e que a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) tenha mão pesada com todos os media, quais vermes execráveis, que mostraram aquelas imagens em vídeo ou fotografia. Distribuir naquelas redações uma cópia do Código Deontológico também não fará mal.


Cenas

Quase um ano de fibromialgia

Ando a “gramar” com a fibromialgia há quase um ano e já partilhei aqui algumas coisas sobre o que é ter de lidar com esta porcaria. O balanço que faço disto é que estou completamente farto desta merda, de andar sempre com dores e com o sono todo fodido, e de ouvir constantemente comentários condescendentes.